Rss Feed
  1. ISBN-13: 9788580573954

    ISBN-10: 8580573955
    Ano: 2013
    Páginas: 224
    Editora: Intrínseca

    SINOPSE: Hoje é o aniversário de Leonard Peacock. Também é o dia em que ele saiu de casa com uma arma na mochila. Porque é hoje que ele vai matar o ex-melhor amigo e depois se suicidar com a P-38 que foi do avô, a pistola do Reich. Mas antes ele quer encontrar e se despedir das quatro pessoas mais importantes de sua vida: Walt, o vizinho obcecado por filmes de Humphrey Bogart; Baback, que estuda na mesma escola que ele e é um virtuose do violino; Lauren, a garota cristã de quem ele gosta, e Herr Silverman, o professor que está agora ensinando à turma sobre o Holocausto. Encontro após encontro, conversando com cada uma dessas pessoas, o jovem ao poucos revela seus segredos, mas o relógio não para: até o fim do dia Leonard estará morto.

    Olá pessoal, como estão?

    Hoje tem mais uma resenha e essa é bem especial. Por que seria especial? Só uma coisa que eu posso dizer, me apaixonei pelo livro, os personagens e por ele completo.
    Não acredito que havia lido esse livro antes, pessoal leiam e se apaixonei por tudo. Sériooooo. Eu amei tudo que tem nesse livro, desde a parte de escrita até a construção dos personagens.
    Quem me recomendou foi o Higor Bernardo do LiteráriaMente e ele falava tão bem do livro que peguei e comprei (VEJAM A RESENHA DELE AQUI). Eu, com certeza, amei a história e não me arrependi de comprar.
    A história é tão envolvente que não sei como posso descrevê-lo sem começar a chorar. Nossa que exagero. Kskksks
    Peguem uma pipoca e descubram mais sobre a história.

    O livro basicamente vai contar a história de Leonard Peacock que no seu aniversário de 18 anos, resolve matar seu ex melhor amigo e depois se suicidar. Mas antes disso ele deseja entregar alguns presentes para umas pessoas que ele considera.
    Leonard é uma daquelas pessoas transtornadas que demonstra muito bem no livro alguns problemas psicológicos, um resquício de depressão e várias outras coisas. Mas também é um cara que eu fiquei com muita vontade de conhecer, parece ser tão legal. Sabe aquelas pessoas que dizem algo simples, mais motivador? Sim, ele é uma dessas pessoas.
    A sua vida não é das melhores já que sua mãe não mora com ele e nem se preocupa com sua vida como uma mãe normal. Ela é uma estilista que vive em Nova York. Seu pai está longe também, mostrando que a vida de Leonard é muito transtornada.


    Ele mora sozinho e é muito solitário, um dos “amigos” que ele pretende dar um presente antes de se suicidar é um velho vizinho seu, é um daqueles maníacos por filmes antigos e não larga o vício do cigarro. Leonard passa boa parte do tempo dele assistindo filmes de um ator antigo famoso com esse velho. Leonard considera muito esse velho, como se fosse um pai e demonstra algum ressentimento de se matar futuramente.
    A segunda pessoa que Leonard pretende entregar um presente é uma garota religiosa. Ele ficou encantado por ela, pois ela era diferente das outras garotas e antigamente começou a dar em cima dela, sabendo que quase seria impossível por causa de sua religião conservacionista.
    A terceira pessoa é seu professor de Holocausto (meu favorito), que é o professor favorito de Leonard. É um daqueles professores que se destacam no meio dos outros, por acreditar em cada um dos seus alunos e, além disso, tem um mistério que Leonard fica intrigado faz um bom tempo. Por que seu professor só usa camisas de manga comprida? Isso é um dos mistérios que eu fiquei bastante intrigado.
    A quarta e última pessoa, é um garoto do colégio que Leonard conheceu no anfiteatro (se não me engano), esse garoto toca muito bem violino, o que Leonard fica encantado e desde então ele observa o garoto tocar sem fazer qualquer som ou dizer algo.
    A história se baseia nisso e o que torna a história boa é o porquê de Leonard querer matar seu ex melhor amigo e depois se suicidar. O final, eu posso dizer, surpreende muito.

    NOTA



    INSCREVAM-SE NO CANAL (CLIQUE AQUI)

    Já se apaixonaram por uma história? Eu fiquei apaixonado por essa. Por resenhas eu vi que era bom, mas lendo vi que é maravilhoso. Os personagens cativam, a história é envolvente e o mistério é inacreditável.
    O Leonard é tão interessante e inteligente que suas frases a cada página é uma melhor que a outra. A história é contada em 1ª pessoa, pelo ponto de vista de Leonard, assim sentimos o que Leonard sente suas raivas, frustações, felicidades e afins.
    Recomendo muito para aqueles que gostam de mistérios básicos, mas que torna a história boa.
    O que acharam da resenha? E sobre o livro? Digam-me nos comentários. Vou ficar feliz em saber seu ponto de vista.

    Não se esqueçam de me seguir no Facebook, Twitter, Instagram, GoodReads e Skoob. Sempre deixo coisas por lá.
    Espero que tenham gostado.
    Até a próxima.
    |


  2. 0 comentários :

    Postar um comentário