Rss Feed
  1. [RESENHA]- Negras Raízes por Alex Haley

    quarta-feira, 20 de maio de 2015



    ISBN: 9999999650
    Ano: 1976
    Páginas: 646
    Editora: Círculo do Livro

    SINOPSE: O autor relata a sua genealogia, suas negras raízes. Inicia com a história do seu trisavô, em uma tribo na África, onde é capturado por traficantes de escravos. Antes desse acontecimento, o autor relata os costumes, a educação das crianças, a divisão de posição pela idade e as tradições nessas tribos. Conta o sofrimento sofrido pelos negros no navio negreiro, tendo que defecar no navio, muitos adoeceram pela fome, e falta de contado com o sol. Negras eram estrupadas pelos traficantes, a ponto dos seus orgãos ficarem na carne viva. Aguns eram jogados no mar para aliviar a fome dos tubarões. Chegando na América do Norte, é vendido, fugindo várias vezes, até ter metade do seu pé amputado. É comprado por um homem que o trata melhor, se tornando caseiro da casa grande. Casa com a doméstica, e a filha desse casal, é vendida, por ter tentado fugir com seu namorado. Apesar do dono ser um homem bom, ele não admitia fugas. Essa menina é estrupada pelo seu novo dono. O autor assim continua, contando detalhes dos costumes de cada etapa da escravidão negra na América e dos seus familiares. São 20 anos de pesquisa.


    Olá pessoal, como estão?

    Essa resenha é um pouco especial, pois fiquei impressionado com o desenrolar dessa história e me apaixonei imensamente por cada personagem que passou por essa trajetória triste, mas que teve momentos felizes.
    Eu havia emprestado de uma amiga este livro e depois de ter terminado fiquei louco para tê-lo em minha estante. Eu nem sabia nada da sinopse e coisas do tipo, por isso pensei que era uma história fictícia, mas depois que vi a sinopse do livro após o término da leitura, vi que era uma história real e só com alguns momentos fictícios.
    Continue lendo esta resenha e venha se emocionar com essa história.
                                 
    O livro vai contar a história de Alex Haley que decidiu estudar a vida de seus antepassados. Em especial o primeiro negro de sua família a vir da África e que havia, desde pequeno, ouvindo histórias de tal homem.
    Esse negro era Kunta Kinte que foi sequestrado da África e vindo para os Estados Unidos ser escravo e cuidar das plantações dos brancos. Kunta sofre muito quando deixa a África e passa por momentos horrorosos até sua chegada a América. Primeiro que o navio em que é transportado tem situações higiênicas precárias e que vários morrem em ocasião de tal sujeira, outros morrem por doenças e outros por serem espancados. As mulheres negras traficadas sofrem muito também sendo estrupadas várias vezes.


    Kunta fica aturdido quando chega nessa nova terra e vê tantas coisas diferentes e ouvindo uma língua estranha. Na África os africanos chamavam essa gente de toubobs e todas tinham muito medo de tais pessoas. Ninguém nunca soube o porquê dos negros serem pegos por eles.
    Depois de várias vezes tentando escapar, Kunta tem o pé amputado pela metade por um machado. Depois disso é comprado por um senhor um pouco mais bondoso do que o anterior e depois disso sua vida “melhora” um pouco. Conhece uma negra empregada chamada Bell, casam-se e depois disso é que o livro vai contando os fatos das gerações futuras até chegar em Alex Haley.

    NOTA


      SE INSCREVAM NO CANAL (CLIQUE AQUI)

    Basicamente o livro vai contar isso. Não posso contar muito sobre o livro, pois iria ficar aqui horas e horas escrevendo, são muitos fatos. Eu simplesmente me apaixonei por essa história. Eu nem fazia ideia de como a escravidão foi terrível. Ainda mais nos Estados Unidos que teve muitas guerras e coisas do tipo.
    A cada capítulo uma desgraça acontecia, mas nesses intervalos algumas coisas engraçadas também ocorriam. No começo o autor mostra como era a vida de um povo africano em especial os Mandingas e como eles eram religiosos.
    A pessoa que é mais falada no livro e que é mais aprofundada é o Kunta, já que o livro era para ser falado sobre ele. Ele é a pessoa que mais sofre nesse livro, que tem mais desafios e que tem diversas provações. Desde que ele foi mandado para os EUA, eu fiquei aguardando o momento dele voltar para casa, mas fiquei desapontado com o decorrer da história.
     O livro depois de certo ponto é muito forte e você se sente junto com os personagens. Mesmo assim fiquei emocionado com o livro e como ele é descrito, eu chorei, dei risada e até me espantei com tantos acontecimentos. Foi um livro que me fez pensar muito e que demorei um mês para ler.
    O escritor Alex Haley demorou 20 anos de sua vida para terminar esse livro, fez várias pesquisas e buscou a fundo a vida de seus antepassados.
    Sabe, esse é um daqueles livros para ser lido aos poucos para digerir os acontecimentos que são descritos. Se você gosta de saber mais sobre a escravidão então leia esse livro e diga o que achou.
    Se você já leu esse livro, por favor, me diga nos comentários e se não leu, por favor, leia também. Kskks.

    Não se esqueça de me seguir no Facebook, Instagram, Twitter e Skoob. Sempre deixo coisas por lá.

    Espero que tenham gostado.
    Até a próxima.

    |


  2. 14 comentários :

    1. Oie, Caíque!!
      Adorei a sua resenha - vídeo!! O livro parece ser maravilhoso mesmo!
      A história me chamou bastante a atenção!! E as coisas que ele teve que passar foi desumanos!


      Beijos e Sucesso!
      http://maisumpracolecao.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi Erika.
        Muito obrigado. O livro é bem interessante.
        A história é totalmente desumana.
        Beijos e sucesso...

        Excluir
    2. Lendo suas impressões, lembrei-me do filme/livro Amistad. Uma história emocionante que me arrancou rios de lágrimas.
      Vale a pena conferir esse livro pela dose emocional que ele proporciona.
      Bela resenha.
      Ni
      Cia do Leitor

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi Nizete.
        O livro parece ser interessante. Também fiquei emocionado com esse livro.
        Vou conferir.
        Muito obrigado e beijos.

        Excluir
    3. Olá!
      Muito boa sua resenha... Me chamo Bárbara Iaisa, Iaisa é referência a um personagem desse livro, que minha mãe lia qndo me esperava. Tenho o livro, mas não consegui ler ainda... Super parabéns!!!😊

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Muito obrigado.
        Leia o livro, porque é show.
        Abraços.

        Excluir
    4. Olá!
      Muito boa sua resenha... Me chamo Bárbara Iaisa, Iaisa é referência a um personagem desse livro, que minha mãe lia qndo me esperava. Tenho o livro, mas não consegui ler ainda... Super parabéns!!!😊

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Que incrível. <3
        Leia, pois é sensacional.
        Abraços.

        Excluir
    5. Oi pesquisei o nome do livro na internet e acabei lendo sua resenha. Muito boa!
      O motivo da minha curiosidade foi um comercial na tv de uma mini série de nome Raízes q vai começar dia 03... E aí bateu saudades.... Li o livro quando tinha 15 anos (já faz 37 anos).
      Amei, é maravilhoso, muito triste e muito real. Sou afrodescendente e sempre tive curiosidade por assuntos correlatos, livros e filmes. Eu recomendo. Abraços.

      ResponderExcluir
    6. Adorei a sua explicação sobre o livro.

      ResponderExcluir
    7. Eu le e assisti o filme deste relato, sou um fervoroso amante desta historia ate os dias de hoje

      ResponderExcluir