Rss Feed



  1. Olá pessoal, como estão?

    - Caíque você está um pouco atrasado com está postagem!
    - Sim eu sei, mas me desculpe é que eu não tive tempo mesmo.
    Bom pessoal deu para perceber que hoje não é o dia primeiro de Maio e que o Dia do Trabalho já passou faz um tempo. Desculpem-me por esse atraso, mas é que eu não tive tempo para fazer essa postagem e estou aqui a mil para fazê-la para vocês.
    Hoje não será um texto como os outros e sim um conto que nossa autora Tânia Tonelli preparou com muito carinho.
    Trata-se de um assunto que mostra o valor das profissões e porque elas são importantes em nossa sociedade. Legal não?
    O que seria melhor do que uma resenha de um conto? O conto em si. Isso mesmo, aqui está para vocês conto fresquinho da autora Tânia Tonelli.

    O VALOR DAS PROFISSÕES

                Renato estava contente porque foi aprovado no vestibular de uma universidade federal e iria fazer o curso de direito. Com sua família foi viajar a bela cidade de Praia Grande. Curtiram a praia e se divertiram durante três dias. No sábado a noite durante o jantar o universitário comentou que depois de formado iria trabalhar como advogado. Aperfeiçoaria os seus estudos para se tornar um juiz defensor da justiça. Independente da profissão no dia 1º maio é comemorado o Dia do Trabalho.
                Todos aplaudiram o rapaz, Ronaldo irmão do rapaz com treze anos contou serem importantes às outras profissões para a nossa sociedade. A agricultura providencia a maioria dos nossos alimentos. Na região Sul (Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná) destaca-se a produção de soja, trigo, cebola e batata. No Sudeste (Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo) produzem açúcar, café, carne e hortifrútis. Região Nordeste (Bahia, Sergipe, Pernambuco, Alagoas, Rio Grande do Norte, Ceara, Piauí e Maranhão) a maior parte da mão de obra do campo equivale à agricultura familiar. A região cultiva banana, mandioca e arroz. No norte (Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins) plantam banana e mandioca. Na região Centro- Oeste (Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e Distrito Federal) produzem soja, milho, arroz e feijão.
                A prima Marlene de doze anos contou que para as cidades estarem limpas os garis (lixeiros e varredores) são indispensáveis para a limpeza das ruas.
                Carla com onze anos sonhava em ser dona de um supermercado quando ficar adulta. Pois neste estabelecimento além das caixas registradoras possuíam cinco seções: mercadoria, carne, frutas e verduras, frios e laticínios e utilidades domésticas. O seu supermercado venderá bons produtos e baratos para atrair bastante consumidores.
                Vanderlei como já tinha catorze anos afirmava que seria policial para garantir a segurança das pessoas e proteção dos inocentes. Os jovens confirmaram que essas e outras profissões eram fundamentais para o bom funcionamento da sociedade.
                Olga a mãe do universitário falou que esses adolescentes eram inteligentes, quando terminassem o ensino médio seriam aprovados nos vestibulares. Ronaldo, Vanderlei, Marlene e Carla riram, disseram que desejavam curtir a vida. No próximo dia iriam se divertirem nas praias incríveis de Praia Grande.
    Tânia Tonelli

    O que acharam do conto? Eu fiquei bem interessado, pois vai mostrando o quanto cada individuo de nossa sociedade é importante para formar ela por completo.
    OBS: Muito obrigado Tânia por esse conto, fiquei muito feliz que você valoriza todas as profissões e tem uma boa mente para fazer um conto com tal assunto.

    Não se esqueçam de me seguir no Facebook, Twitter, Instagram, YOUTUBE e Skoob. Sempre deixo coisas por lá.
    Espero que tenham gostado.
    Até a próxima.



    |


  2. 0 comentários :

    Postar um comentário